“Road to Boston 2016” – Semana 21 de 22 (04 a 10 de abril)

Chegando ao final e o melhor é sentir que o que poderia ser feito foi feito! 

Eu, particularmente, gostaria de estar mais preparado e mais rápido, mesmo assim boas surpresas podem acontecer! Assim como surpresas negativas também… É assim com qualquer pessoa: a gente se prepara da melhor forma possível e agora é só esperar chegar a hora e deixar acontecer.

Cada atleta tem um objetivo para determinada prova. Existem os que correm por pódio, os que correm para terminar, os que correm por uma ou mais causas sociais, os que correm para se superar e por aí vai… No fundo, eu penso que o que realmente importa é chegar com a sensação de que tudo que poderia ter sido feito foi feito. Essa sensação que traz satisfação e paz de espírito. Querer correr mais rápido, a maioria deseja! Mas ultrapassar a linha de chegada é gratificante. A medalha de finisher é o símbolo que valeu a pena, que deu certo. Mas sabe do que eu gosto mesmo? Gosto de passar nessa linha com muita felicidade, com muita gratidão e a sensação de que consegui fazer o meu máximo para aquela prova! É isso que desejo que aconteça no dia 18 de abril, na Maratona de Boston, e também nas próximas competições.

Gosto muito da minha foto na chegada da Maratona de Curitiba que fiz pouco depois de ter feito a Maratona de Berlim. Olha o ar de felicidade. Foi muito bom. Eu tinha atingido o meu melhor para aquele momento, independentemente do tempo da prova (que foi muito bom por ser Curitiba)!

unnamed (2)
Recordação da felicidade que é cruzar uma linha de chegada… Maratona de Curitiba

Esta semana não trouxe grandes novidades nos treinos; afinal de contas, é para descansar mesmo.

  • Não teve musculação
  • Fiz 3 treinos de natação totalizando 7,2 km. Foram treinos de soltura e ritmo.
  • Corrida: totalizou 50 km com algumas diferenças das outras semanas pelo motivo do descanso.
  • segunda-feira – off.
  • terça-feira – 12 km soltura.
  • quarta-feira – 15 km Fartlek.
  • quinta-feira – 8 km regenerativo
  • Sábado – 15 Km com acelerações no treino (Fartlek)

unnamed (3)

unnamed

Vou ser sincero com vocês: o melhor da corrida não é a corrida em si, mas sim as amizades, a disciplina dos treinos e a certeza de que com planejamento podemos atingir metas que parecem impossíveis. Eu nem sonhava em correr a Maratona de Boston e esse dia chegou! Deus no Comando! Represento meus amigos com essa imagem de parte deles.

unnamed (1)

Quero finalizar o texto desta semana com um gráfico e um resumo estatístico das distâncias dos anos de 2015 e 2016. Importante ressaltar que a distância é apenas uma das variáveis envolvidas, não é a mais importante, existem ainda, por exemplo, a frequência cardíaca, o tempo trabalhado em cada FC etc.

resumo

grafico

 

2 thoughts on ““Road to Boston 2016” – Semana 21 de 22 (04 a 10 de abril)

  • 11 Abril, 2016 at 16:30
    Permalink

    Ficou mto legal !!! Realmente o Bittar é um exemplo parabéns pela mataria Lili , vc arrasa !!!!

    Reply
  • 1 Julho, 2016 at 16:40
    Permalink

    What a pleasure to find someone who idteeifins the issues so clearly

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *